Posted on

Lista de emails para empresas portuguesas

Adquirir uma lista de emails de empresas portuguesas pode ser um salva-vidas na hora de dar a conhecer o seu negócio a outras empresas. As bases de dados, quando bem trabalhadas, têm todo o potencial para fazer uma capanha resultar.

Actualmente, são poucas as empresas que não trabalham com bases de dados, principalmente se querem divulgar os seus produtos e serviços e tornar-se mais relevantes para outras empresas. No marketing B2B, o email é dos meios que converte melhor – particularmente, se este for comparado, por exemplo, com as redes sociais. Se se pensar realmente neste assunto, a esmagadora maioria das pessoas abre o email diariamente.

E é aqui que se encontra a maior dificuldade. Se, pessoalmente, alguém abre o email uma mão cheia de vezes, profissionalmente, os emails chegam às centenas. No segundo caso pode tornar-se mais difícil fazer passar uma mensagem sem que ela se perca no oceano de emails prioritários na caixa de um qualquer colaborador – especialmente se este estiver numa posição de tomada de decisões. De forma regular, se se estiver a gerir um negócio B2B, são exactamente estas pessoas com quem se irá querer falar.

Em ambas as situações – de marketing B2C e B2B – trabalhar uma lista de emails da melhor forma possível é essencial para se alcançar um qualquer objectivo. Contudo, em B2B, os clientes serão mais racionais e, por isso, há que ter uma estratégia diferente da que se cria para B2C. Se o objectivo da campanha for afirmar-se perante outras empresas portuguesas, a campanha poder ser absolutamente bem sucedida.

 

Trabalhar uma lista de emails poder ser essencial para um negócio

 Trabalhar uma lista de emails de empresas portuguesas tem um grande potencial

Menor Custo

O custo de uma campanha de email marketing poderá sair mais barato do que uma outra campanha de outros meios. Este facto nota-se ainda mais quando se avalia a relação custo-benefício de uma campanha neste meio. Quando bem feita e bem segmentada, esta poderá ter uma boa taxa de abertura e, mais tarde, de conversão.

O investimento feito para uma campanha do género é facilmente superado, dados dos resultados positivos que se poderá ter – mesmo que signifique recuperar o investimento feito a comprar uma base de dados.

 

Maior conversão

Tal como já foi dito nos parágrafos introdutórios, são rarissimas as pessoas que não utilizam email no trabalho. A maior dificuldade será fazer com que um email não se perca temdo em conta a quantidade de emails que qualquer colaborador recebe de forma diaria.

Para empresas que se querem afimar no mercado português, uma lista de emails segmentada pode ser uma solução. Desta forma é possível contactar outras empresas a nível nacional e que estas se tornem em clientes.

 

Posicionamento da empresa

Para apresentar uma empresa a outras empresas, um dos melhores métodos é o email marketing. Qualquer que seja o negócio, este pode ter impacto na vida de outras empresas. Muitas desta precisam de trabalhar em conjunto com outra empresa para que ambas alcancem os seus próprios objectivos: seja a nível de consultoria, de fornecedores, entre outras formas.

A lista de emails é uma mais valia quanto ao aspecto divulgação. Neste caso, o email é o meio para espalhar a palavra sobre os produtos ou serviços que uma outra empresa pode precisar.

Precisar é mesmo a palavra certa quando se toca no assunto marketing B2B. O caso é que, tratando-se de empresas, os possíveis clientes já têm em mente quais os produtos ou serviços de que estão a precisar. Não segmentar uma lista de emails poderá traduzir-se num desastre a nível de conversão e até de reputação.

 

Uma lista de emails de empresas nacionais pode constituir uma vantagem da hora de divulgar um negócio a outras empresas e posicionar-se perante as mesmas a nível nacional. Para além do mais, as estratégias de marketing B2B têm mais probabilidade de funcionar através de email do que em qualquer outro meio. A razão é simples: empresas trabalham com email!