Publicado em

Email Marketing B2B utilizando uma base de dados

Sem bases de dados não haveria email marketing. Este é já um ponto assente. O que parece não ser ainda um ponto assente é o facto de as bases de dados de empresas serem uma mais valia na hora de afinar uma estratégia de marketing B2B.

Existem já vários dados que mostram que o email marketing é das ferramentas que mais traz benefícios para uma empresa, principalmente se esta for de encontro a outras empresas. O B2B é um universo que faz sentido em apostar – dependendo do nicho da empresa, claro.

Contudo, uma estratégia de email marketing para consumidores únicos não é – nem pode ser – igual para empresas. Um consumidor único pode ser motivado a fazer uma compra através da emoção e pode, inclusivamente, fazer uma chamada “compra por impulso”. Com as empresas, tal já não acontece. Com orçamentos e timings mais apertados e contados ao milímetro, as empresas ponderam todas as opções antes de fazer uma dada compra ou antes de decidir usufruir de um serviço.

Por esta última razão, na estratégia aplicada, é importante criar uma relação que se baseie na lógica e não na emoção. Há que perceber qual a razão ou a necessidade que leva uma dada empresa a fazer uma compra ou a procurar um serviço.

Para aplicar uma estratégia de email marketing B2B há que gerar conteúdo com base em factores como o tempo, o dinheiro e os recursos que uma empresa esteja disposta a gastar pelo produto ou serviço que se está a promover.

Os benefícios são reais quando se fala em email marketing para empresas pelo simples facto de as empresas estarem ligadas ao email de forma constante. Muitos dos colaboradores têm o email da empresa no smartphone, o que lhes permite tratar de negócios mesmo não estando na empresa. E essa é uma vantagem do email marketing. Se o email que se enviar for apelativo, esse irá ser aberto (quase) garantidamente.

Campanhas de email marketing podem ter resultados bastante positivos com baixos custos

Estratégia de email marketing B2B

  • Listas de email

Esta é uma das formas de trabalhar uma base de dados para email marketing. Ao definir listas de contactos consoante o objectivo da campanha é possível direcionar um dado e-mail para uma audiência específica. Quando esta segmentação é “spot-on”, a campanha tem muito mais probabilidade de resultar e de converter.

  • Segmentação

E por falar em segmentação… Este é um dos pontos mais valiosos seja para que meio se utilize para divulgar uma dada informação ou campanha.  Ao definir um público-alvo específico para uma dada campanha, torna-se possível chegar a pessoas – e empresas, neste caso – que poderão facilmente converter-se em novos clientes. Mas não só. Através da segmentação é possível apontar uma ação de marketing para pessoas ou empresas que já são regulares e com os quais se quer continuar a relacionar.

É através da segmentação que ações de marketing podem ter mais resultados positivos com menores custos.

 

  • Manter uma conversa

Numa era com cada vez mais publicidade online, e na qual se inclui o email marketing, a personalização de um serviço torna-se imperativa para que um dado cliente se sinta próximo da empresa. É neste ponto que se torna importante manter uma conversa com uma pessoa ou empresa que comprou o produto ou usufruiu de o serviço em questão.

Não se trata de manter uma conversa sem qualquer tipo de utilidade apenas para manter contacto com aquela pessoa ou empresa. Trata-se de se mostrar interessado e agradecido pelo facto de aquele cliente ter efectuado uma compra, subscrito a newsletter, entre outros. Acima de tudo, é mostrar ao cliente que ele importa e que a opinião dele acerca daquele produto ou serviço importa de igual forma.

 

  • Cuidar a base de dados

Cuidar da relação que se têm com clientes é tão ou mais importante que criá-la. Isto é, é importante cativar novos clientes, mas mantê-los e fazer deles clientes regulares é igualmente relevante. Estas campanhas de email marketing com o objectivo de cuidar da base de dados podem aparecer em várias formas e a maior parte das pessoas já se deparou com um e-mail do género na sua caixa. Desde e-mails apenas a agradecer a promoções exclusivas a subscritores ou até a providenciar informações detalhadas de como usufruir de um produto ou serviço a 100%.

São estas campanhas que fazem com que clientes mais antigos – e novos – se mantenha fiéis à empresa a quem compraram um produto ou serviço.

Publicado em

Base de dados para marketing – Qual a importância?

Que o email marketing tem um elevado retorno quando comparado com outros meios de publicidade, já não existem dúvidas. A utilização de uma qualquer base de dados para marketing é a verdadeira razão para que esse meio publicitário tenha o benefício que tem – principalmente se falamos em marketing B2B.

No mundo dos negócios – tanto entre empresas como de marca para consumidor singular -, o relacionamento que se mantém com clientes e possíveis clientes poderá determinar se esses se irão manter por muitos e bons anos ou se se irão embora na hora em que conhecem a marca ou empresa. Nos dias que correm, esta relação não passa apenas por mostrar a existência da empresa para com os consumidores, mas sim pela persoanlização do serviço que essa presta aos clientes.

Com a quantidade mosntruosa de publicidade – e de publicidade através do email -, difícil é conseguir destacar-se. É aí que a personalização entra. Ao criar uma relação e ao providenciar um serviço personalizado é possível gerar mais confiança nos consumidores que, por sua vez, geram mais vendas.

O que é que utilizar uma base de dados tem a ver com um serviço personalizado? Tudo! Só é possível personalizar um serviço se se conhecer as pessoas que querem esse serviço.

 

 

A importânica de uma base de dados para Marketing

As equipas de marketing actuais sabem que explorar uma base de dados vai permitir-lhes avançar com campanhas de email marketing que, com certeza, lhes trarão muito mais benefícios do que se o fizessem indiscriminadamente.

Contudo, não basta explorar uma base de dados. Há que saber o que fazer com ela antes de anvaçar com alguma estratégia. Só assim se podem delinear campanhas com menos custos e que tenham o maior beneficio.

Quais são, então, as possibilidades ao explorar uma base de dados?

1 – Selecionar dados que importam

Nem todos os dados são essenciais para delinear uma estratégia. Há que procurar quais os dados que mais fazem sentido utilizar tendo em conta a campanha personalizada e dependendo do objectivo que se queira alcançar com ela.

Para facilitar o trabalho na procura de dados essenciais para uma dada campanha, há que manter uma base limpa. Isto é, sem emails desactualizados e sem quaisquer outros erros que podem dificultar a tarefa. É claro que, ao comprar uma base de dados este trabalho de limpeza e actualização de base de dados já irá estar feito – que, por sua vez, é a parte mais morosa para quem está a trabalhar um banco de dados.

pessoa analisar base de dados

2 – Segmentação

A palavra mais utilizada e, possivelmente, um dos mandamentos mais importantes no marketing. A segmentação é essencial para conseguir dar tiros certeiros e, posteriormente, conseguir alcançar mais vendas. Através da segmentação consegue-se aplicar uma dada campanha a um determinado consumidor que tenha tido um comportamento que se ajuste com o objectivo final. Se existe uma pessoa ou empresa que já é cliente habitual, porque não oferecer-lhe uma recompensa?

Ao oferecer-lhe algo em troca de ter pago por um dado produto ou serviço, está já a falar-se do ponto seguinte: fidelização.

 

3 – Fidelização do cliente

Ao perceber quem são as pessoas que já compraram ou que estão possivelmente interessadas em comprar um produto ou usufruir de um serviço, torna-se fácil compreender o seu comportamento que têm e qual será a forma de as motivar a voltar a fazer uma compra. As promoções exclusivas, as ofertas especiais, a oferta de informações às quais só têm acesso através de um meio específico – neste caso, através do email.

 

4 – Próximos passos

Ao analisar de forma detalhada a base de dados podemos avaliar facilmente se uma dada estratégia pode ou não funcionar no futuro, de acordo com a experiência passada e de antecipando tendências.

 

Publicado em

Lista de emails para empresas portuguesas

Adquirir uma lista de emails de empresas portuguesas pode ser um salva-vidas na hora de dar a conhecer o seu negócio a outras empresas. As bases de dados, quando bem trabalhadas, têm todo o potencial para fazer uma capanha resultar.

Actualmente, são poucas as empresas que não trabalham com bases de dados, principalmente se querem divulgar os seus produtos e serviços e tornar-se mais relevantes para outras empresas. No marketing B2B, o email é dos meios que converte melhor – particularmente, se este for comparado, por exemplo, com as redes sociais. Se se pensar realmente neste assunto, a esmagadora maioria das pessoas abre o email diariamente.

E é aqui que se encontra a maior dificuldade. Se, pessoalmente, alguém abre o email uma mão cheia de vezes, profissionalmente, os emails chegam às centenas. No segundo caso pode tornar-se mais difícil fazer passar uma mensagem sem que ela se perca no oceano de emails prioritários na caixa de um qualquer colaborador – especialmente se este estiver numa posição de tomada de decisões. De forma regular, se se estiver a gerir um negócio B2B, são exactamente estas pessoas com quem se irá querer falar.

Em ambas as situações – de marketing B2C e B2B – trabalhar uma lista de emails da melhor forma possível é essencial para se alcançar um qualquer objectivo. Contudo, em B2B, os clientes serão mais racionais e, por isso, há que ter uma estratégia diferente da que se cria para B2C. Se o objectivo da campanha for afirmar-se perante outras empresas portuguesas, a campanha poder ser absolutamente bem sucedida.

 

Trabalhar uma lista de emails poder ser essencial para um negócio

 Trabalhar uma lista de emails de empresas portuguesas tem um grande potencial

Menor Custo

O custo de uma campanha de email marketing poderá sair mais barato do que uma outra campanha de outros meios. Este facto nota-se ainda mais quando se avalia a relação custo-benefício de uma campanha neste meio. Quando bem feita e bem segmentada, esta poderá ter uma boa taxa de abertura e, mais tarde, de conversão.

O investimento feito para uma campanha do género é facilmente superado, dados dos resultados positivos que se poderá ter – mesmo que signifique recuperar o investimento feito a comprar uma base de dados.

 

Maior conversão

Tal como já foi dito nos parágrafos introdutórios, são rarissimas as pessoas que não utilizam email no trabalho. A maior dificuldade será fazer com que um email não se perca temdo em conta a quantidade de emails que qualquer colaborador recebe de forma diaria.

Para empresas que se querem afimar no mercado português, uma lista de emails segmentada pode ser uma solução. Desta forma é possível contactar outras empresas a nível nacional e que estas se tornem em clientes.

 

Posicionamento da empresa

Para apresentar uma empresa a outras empresas, um dos melhores métodos é o email marketing. Qualquer que seja o negócio, este pode ter impacto na vida de outras empresas. Muitas desta precisam de trabalhar em conjunto com outra empresa para que ambas alcancem os seus próprios objectivos: seja a nível de consultoria, de fornecedores, entre outras formas.

A lista de emails é uma mais valia quanto ao aspecto divulgação. Neste caso, o email é o meio para espalhar a palavra sobre os produtos ou serviços que uma outra empresa pode precisar.

Precisar é mesmo a palavra certa quando se toca no assunto marketing B2B. O caso é que, tratando-se de empresas, os possíveis clientes já têm em mente quais os produtos ou serviços de que estão a precisar. Não segmentar uma lista de emails poderá traduzir-se num desastre a nível de conversão e até de reputação.

 

Uma lista de emails de empresas nacionais pode constituir uma vantagem da hora de divulgar um negócio a outras empresas e posicionar-se perante as mesmas a nível nacional. Para além do mais, as estratégias de marketing B2B têm mais probabilidade de funcionar através de email do que em qualquer outro meio. A razão é simples: empresas trabalham com email!

Publicado em

A importância de comprar uma base de dados

Construir e trabalhar uma base de dados só traz vantagens na hora de atrair novos clientes e de fidelizar outros. Contudo, este processo é muito moroso, principalmente numa fase inicial. É para evitar esse mesmo processo que comprar uma base de dados se torna mais importante.

Nos dias de hoje dificilmente se encontram empresas que não trabalham com base de dados. Podem não passar de documentos Excell, mas são estes mesmos documentos que dão às empresas todos os pormenores necessários para se fazer uma segmentação, no mínimo, brilhante. Assim, é possível construir estratégias de comunicação e de publicidade muito mais eficientes e com muito melhores resultados a longo ou curto prazo. Tudo dependerá do objectivo que se delinear para o uso da base de dados.

Uma base de dados bem trabalhada acaba por gerar mais leads, fidelizar clientes e gerar mais vendas. Basta que se aproveite cada pormenor de informação que a base de dados tem para oferecer.

Se se acha que construir uma base de dados é essencial para que o negócio arranque, porque não comprar uma já organizada? Existem algumas vantagens que podem não ser tão perceptíveis quando se pensa em comprar uma base de dados. São essas mesmas vantagens que veremos neste artigo.

 

Porque é importante comprar uma base de dados?

 

1 – Apresentar algo novo

Numa altura em que os consumidores se desgastam mais e mais por ver publicidade de uma dada empresa, apresentar um serviço/ produto de uma marca que eles não conhecem pode ser uma verdadeira lufada de ar fresco.

Se se falar de e-mail marketing, por exemplo, a taxa de abertura poderá aumentar visto que se toca no factor “curiosidade”. A curiosidade de um consumidor pode traduzir-se em conhecimento de marca e, consequentemente, tranformá-lo num potencial cliente.

 

2 – Tempo é dinheiro

Construir, organizar e trabalhar um destes bancos leva muito tempo. São longos meses de trabalho de angariação de informação – que pode rapidamente tornar-se obsoleta.  Uma das maiores vantagens de comprar uma base de dados é saltar os dois primeiros passos mencionados acima.

Assim, o tempo investido na base de dados será o tempo de a segmentar e de criar uma estratégia para esses segmentos. O custo e o tempo despendido em construí-la e organizá-la serão desviados e aproveitados para se dedicar a outras fases importantes da estratégia.

 

3 – Lista de dados actualizados

Dados pessoais têm prazo de validade. Alguém pode mudar de casa, eliminar o e-mail ou trocar de número de telefone. Actualmente, a informação que um consumidor deixa pode nem sequer corresponder à verdade e, por isso, limpar a base de dados torna-se essencial.

Ao comprar uma base de dados limpa, sem informação desactualizada ou errada, reduzindo, assim, as hipóteses de poucas pessoas verem um certo tipo de publicidade.

 

4 – Gerar lucro apesar dos custos

O custo de uma base de dados torna-se irrelevante quando se começa a aperceber das vantagens e do lucro que esta lhe pode trazer. Com uma boa segmentação e uma estratégia de contacto certa, será possível reaver o investimento que foi feito em pouco tempo.

Comprar uma base de dados traz mais vantagens do que faz parecer à primeira vista. O esforço que seria aplicado na construção e, posteriormente, em atualizar todas as informações desse banco de dados poderá ser aplicado para chegar mais rápida e eficazmente ao objectivo final.

Publicado em

Estratégias de marketing através de bases de dados

Na aquisição de uma base de dados, é importante saber quais as melhores estratégias de marketing que deve implementar de forma a criar retenção de clientes. A sua proactividade e criatividade no desenvolvimento de uma estratégia de marketing irá influenciar o tipo de relação que está a desenvolver com o seu cliente. Desta forma, conseguirá não só reter um maior número de clientes mas também desenvolver um relacionamento de confiança e durador.

Marketing Directo

O marketing directo é uma ferramenta de comunicação directa com clientes através de diferentes plataformas como por mensagens, emails, telemarketing, cartas, redes sociais, etc.

A ligação entre marketing directo e bases de dados permite com que tenha a possibilidade de análise directa das respostas da sua campanha. Por exemplo, se enviar 1000 emails e tiver 100 respostas, poderá concluir que houve uma taxa de conversão de 10%. Desta forma, consegue então compreender o tipo de clientes que se encontram na sua base de dados e o tipo de consumidor que são.

Com este tipo de marketing, consegue também promover directamente produtos e serviços que poderiam ser desconhecidos ao seu público-alvo. Produtos e serviços que ofereçam uma proposta de valor através de meios de comunicação efectivos para o seu segmento de mercado definido, resultam numa estratégia de sucesso garantindo assim custos mais reduzidos na aquisição de novos clientes. A razão para a redução de custos deve-se ao facto de conseguir uma taxa mais elevada na retenção de novos clientes.

Sucesso estratégico

De forma a conseguir garantir uma campanha de sucesso é necessário ter em conta determinados parâmetros. Estes parâmetros terão um impacto directo na retenção de novos clientes e na percepção dos mesmos em relação á sua empresa, produto e/ou serviço.

Antes de começar a desenvolver a sua estratégia de marketing é importante obter a base de dados que mais se adequa a si e ao seu negócio. Esta escolha será crucial para que consiga chegar aos clientes que trarão o sucesso e desenvolvimento desejado do seu negócio. Poderá entrar em contacto com a nossa equipa da Base de Dados 24, de forma a podermos ajudá-lo na escolha do mesmo.

Após a aquisição da base de dados, terá de começar a desenvolver a sua campanha de marketing directo.

Parâmetros de sucesso para uma campanha:

  • Lista segmentada do público-alvo – a compreensão do seu público-alvo é crucial para conseguir passar uma mensagem correcta, concisa e eficaz
  • Proposta – a sua proposta deverá ser directa e simples. Numa era em que o tempo é escasso, é necessário que o seu cliente compreenda a sua proposta dentro de segundos. Tenha em atenção a mensagem que desenvolve.
  • Tempo – as campanhas devem ser desenvolvidas com bastante tempo de antecedência de forma a conseguir enviar as mesmas na altura correcta. Certas campanhas mais especializadas como a do Natal ou Dia dos Namorados deverão ser desenvolvidas e enviadas de forma a dar tempo para que o consumidor possa usufruir da oferta com tempo.
  • Criatividade – a criatividade no desenvolvimento da sua campanha permitirá com que se distinga da restante competição. Esta criatividade deverá também despertar uma atracção imediata do cliente para com o seu produto ou serviço. Poderá tentar trazer o lado mais emocional, divertido, atrevido, etc consoante o seu tipo de oferta.
  • Escolha de plataforma – A escolha da plataforma da sua campanha terá um grande impacto no tipo de respostas que receberá. Compreenda o seu público-alvo de forma a escolher a plataforma que permitirá o contacto mais directo, rápido e eficaz com os mesmos.
Publicado em

Considerações a ter com uma base de dados de empresas

Uma base de dados de empresas oferece desafios bastante mais complexos do que a base de dados de consumidores finais. Ao rever os nossos artigos anteriores como o “Base de Dados de Empresas vs Base de Dados de Consumidores” compreenderá melhor a diferença entre ambos.

Caso esteja envolvido ou, esteja á procura de uma base de dados, tenha em atenção às considerações a ter com uma base de dados de empresas. Apesar de haver menos organizações do que consumidores finais, a complexidade á volta deste tipo de base de dados é bastante maior e mais diversa. Este tipo de base de dados necessita de oferecer informações precisas de forma a conseguir chegar às pessoas responsáveis e às empresas relacionadas com o seu negócio.

Considerações a ter

Se decidir seguir em frente com uma base de dados de empresa (B2B) tenha em atenção o seguinte:

  • As empresas têm nomes. Apesar de parecer demasiado óbvio, uma base de dados de consumidor final não terá um espaço dedicado a este tipo de informações. Por vezes esta informação poderá constar em conjunto com a morada o que não permitirá com que filtre correctamente. Desta forma, não conseguirá também identificar as empresas, o que criará problemas em conseguir chegar aos seus objectivos.
  • As empresas têm variações nos seus nomes. A falta desta informação impedirá com que identifique o tipo de empresa e como as mesmas têm de ser comunicadas. Por exemplo, a empresa “O Sapato Azul Claro” poderá se designar como “OSAC, Ltda.”.
  • Uma empresa poderá ter diferentes websites. Dependendo do tipo de serviço ou produto com que esteja a trabalhar, necessita de saber reconhecer qual a que melhor se adequa a si e necessita de ter as mesmas definidas em diferentes espaços. Desta forma, conseguirá filtrar a informação necessária para que consiga comunicar de forma eficaz e eficiente.
  • Certas empresas poderão ter outras empresas dentro da sua estrutura. Estas sub-empresas poderão oferecer serviços e produtos completamente diferentes da empresa-mãe. Desta forma é crucial que todas estas informações estejam definidas de forma precisa e detalhada para que possa comunicar com a empresa que mais se adequa ao seu negócio e á sua estratégia de comunicação.
  • O objectivo de ter uma base de dados de empresas é a comunicação com as pessoas da empresa. Desta forma, é necessário que a base de dados contenha estas informações correctamente. Para além das informações básicas necessárias, é preciso com que as posições destas pessoas estejam definidas correctamente. Conseguirá assim saber qual o impacto da decisão desta pessoa em todo o processo de compra de um serviço ou produto. Ao obter esta informação, poderá também saber como comunicar correctamente, oferecendo assim os pormenores necessários para conseguir fechar um negócio e fidelizar o cliente.
  • Após começar a comunicar com o seu cliente alvo, precisará de adicionar informações para que possa continuar com o processo. Detalhes sobre o tipo de produto que vendem ou sobre subprodutos permitirá com que possa enviar propostas mais detalhadas e focadas na sua estratégia.

Estas informações e consideração farão com que consiga construir e evoluir a sua base de dados permitindo assim um crescimento mais acentuado da sua empresa. O objectivo final será sempre o seu sucesso, por isso a base de dados será uma ferramenta importante para que consiga tirar o máximo partido do seu mercado alvo.

Base de Dados 24

Com a Base De Dados 24, terá consigo um parceiro focado nas suas necessidades e no seu sucesso. As nossas bases de dados oferecem todos os pormenores necessários para que consiga comunicar eficazmente com o seu cliente, tirando partido de todas as informações envolvidas e garantidas nas mesmas.

Publicado em

Porquê uma base de dados em Portugal?

Uma base de dados é uma ferramenta que permite com que clientes possam criar estratégias focadas no seu tipo de consumidores. As bases de dados oferecem detalhes pormenorizados de consumidores (quer sejam consumidores finais ou empresas) que permitem com que haja uma segmentação definida tanto na localização, como idade, sexo, hábitos de compras, contactos ou até regularidade de compra. Com esta informação, as empresas conseguem criar estratégias de marketing e vendas aumentando assim as suas receitas e potencialmente a fidelidade dos seus clientes.

O consumo, é um mundo de rápida mudança, que requer um foco personalizado das empresas. Ao conhecer melhor os seus clientes as empresas conseguem dedicar-se aos mesmos de forma rápida e eficaz.

Estas bases de dados são tão importantes para empresas já estabelecidas no mercado como nas startups que estão ainda a tentar compreender melhor os seus clientes. Isto deve-se ao facto de estas bases de dados oferecerem uma informação completa que pode ser usada em diferentes ramos de negócio bem como em diferentes situações. Ao obter estas bases de dados, poderá então construir a sua estratégia que melhor se adequa a si e ao seu negócio. A vantagem é que estas bases de dados são completas e intemporais, pelo que o seu uso pode ser tanto constante como ocasional.

O uso constante das bases de dados permite também com que haja uma atualização regular das mesmas, adicionando assim as informações que precisa para a criação de fidelidade e sucesso.

Porquê Portugal?

Portugal é um país que tem tido um crescimento exponencial do número de empresas nos últimos anos. No primeiro semestre de 2018, Portugal bateu o recorde com um crescimento no número de empresas criadas de 14%, comparativamente com o ano passado.

As regiões que têm tido um maior investimento por parte da população continua a ser a região da Grande Lisboa, o Norte e o Algarve. Em Lisboa hoove um crescimento de 22%, no Norte um crescimento de 12% e no Algarve um crescimento de 12%, comparativamente com o mesmo período de 2017.

Este crescimento tem vindo a ser verificado desde o início de 2008, que apesar da crise vivida, houve um aumento na criação de novas empresas (49 mil empresas) em todo o país e ilhas.

É visível um maior investimento na área do turismo com mais de dois terços do crescimento no entanto, áreas como o comércio (5%), reparação de veículos (5%), hotelaria e restauração (11%), atividades de consultoria (13%) e empresas ligadas ao imobiliário (38%) também tiveram um crescimento bastante significativo.

Estas análises mostram como Portugal está a recuperar a sua competitividade em relação com o mercado estrangeiro, oferecendo assim uma maior capacidade de crescimento e de sucesso das empresas já existentes.

Impacto na comunicação

Visto existir um crescimento tão acentuado no mundo dos negócios, é possível afirmar que existe uma maior capacidade de investimento e de crescimento das mesmas.

Com um contínuo crescimento no número de empresas a serem criadas a cada semestre, tem assim um maior número de clientes que possibilitam uma maior comunicação com as mesmas. As diferentes áreas de negócio que estão a receber o impacto do investimento, também permitem com que crie novas estratégias de negocio e de comunicação de forma a possibilitar uma maior retenção de novos clientes.

A expectativa é que os números continuem a crescer nos próximos anos, contendo assim uma possibilidade de crescimento da sua base de dados em todo Portugal continental e ilhas. Estas expectativas dão-lhe também uma possibilidade de analisar detalhadamente o seu crescimento tanto a nível de produtos como serviços, podendo estes serem adaptados face ao que o mercado oferece.

Publicado em

Base de Dados de Empresas vs Base de Dados de Consumidores

Uma base de dados é uma ferramenta utilizada maioritariamente pelo departamento de marketing de forma a comunicar e a promover os seus serviços e produtos podendo assim analisar as melhores estratégias a seguir. Com uma base de dados definida, as comunicações podem ser personalizadas criando assim um foco e uma dedicação maior no mercado alvo. Existem no entanto, uma variedade de formas de comunicação, sendo esta sempre focada no marketing directo.

Estas bases de dados irão então conter a informação necessária para que possa comunicar de forma mais eficaz visto incluírem normalmente o nome do consumidor ou empresa, contacto telefónico, correio electrónico, moradas, e outras informações requisitadas.

A base de dados pode também ser subdividida em duas categorias: Base de dados de empresas e Base de dados de consumidores.

Base de dados de empresas

A base de dados de empresas oferece um maior detalhe de informação direccionada para um segmento de negócio semelhante ao seu e às suas necessidades. Consegue assim oferecer uma comunicação mais eficiente reduzindo os seus custos de marketing.

Estas bases de dados empresariais são conhecidas por serem B2B e ajudam-no então a conseguir o seguinte:

  • Encontrar mais facilmente os seus clientes alvo
  • Ter um conhecimento detalhado do seu cliente
  • Criar campanhas focadas no seu segmento de negócio
  • Reduzir custos de marketing
  • Atingir objectivos mais rapidamente
  • Crescimento de negócio rápido

Com a Base de Dados 24, poderá escolher a base de dados de empresas que se adequa a si e á sua localização. Obterá assim um maior número de contactos adaptados á sua perspectiva de negócio.

Base de dados de consumidores

A base de dados de consumidores é direccionada para empresas que trabalham com o consumidor final. Normalmente, estas bases de dados são ideais para as empresas que estão constantemente á procura de novos clientes, visto o seu produto não necessitar de uma venda repetitiva. Um cirurgião, por exemplo, irá proceder a uma operação numa pessoa uma vez e essa pessoa poderá não necessitar mais de operações no entanto, um dentista terá a visita de uma pessoa duas ou três vezes por ano (no mínimo). Apesar de este exemplo ser focado na área da saúde, outras áreas de negócio têm o mesmo tipo de clientes que poderão ser ou não ser clientes repetitivos.

As bases de dados de consumidores são conhecidas por serem B2C e ajudaram-lhe no seguinte:

  • Contacto directo e constante com o consumidor final
  • Ajudar a fidelidade de clientes
  • Clientes repetitivos poderão ser identificados
  • Analisar o processo de comprar de cada cliente
  • Crescimento de negócio e um foco detalhado

Escolha da base de dados para si

Ao conseguir agora compreender as diferenças entre a base de dados de empresas e base de dados de consumidores, poderá escolher a que melhor se adapta ao seu negócio.

Com a base de dados 24, poderá ter rapidamente acesso a uma variedade de bases de dados que irão potencializar o seu negócio de forma a ter um sucesso rápido e eficaz. Com a escolha de localização, poderá ainda ter acesso a uma base de dados mais focada e detalhada na sua zona de negócio conseguindo assim encontrar os seus clientes mais rapidamente.

As nossas bases de dados contêm toda a informação que necessita pelo que estas variam entre diferentes localizações contendo diversos distritos de Portugal, Ilhas, Espanha, Angola, Cabo Verde, São Tomé e Príncipe, Moçambique, entre outros.

Esta é a solução ideal para o seu sucesso!

Publicado em

Como utilizar as bases de dados para fidelizar clientes

4

Num contexto de crise e de alta concorrência entre as empresas, o crescimento de um negócio passa em muito pela fidelização dos clientes. É indispensável as empresas apostarem muito numa comunicação direta e, sempre que possível, personalizada com os seus clientes.

Utilizar as bases de dados é uma forma de aumentar o sucesso da fidelização de clientes e de aumentar a qualidade da comunicação entre a empresa e os potenciais consumidores.

Gestão da relação cliente com uma base de dados

Utilizar uma base de dados permite fazer uma gestão mais eficaz da relação cliente. Aplicar a noção de CRM (Customer Relationship Management) é essencial para ter uma comunicação interna e externa eficaz.

Sem uma base de dados, torna-se muito difícil para uma empresa comunicar de forma rápida, precisa e segmentada com um cliente.

Um dos segredos da satisfação de um cliente atual – que leva à fidelização do mesmo – é uma relação personalizada e comunicação pessoal. Ao ter uma base de dados, poderá comunicar com o seu cliente em datas precisas como aniversários! Quem não gosta de receber uma oferta ou um cupão promocional no seu dia de anos?

Relações “one-to-one”: tal como você não é um robot, o seu cliente também é uma pessoa

Uma base de dados é um instrumento essencial para criar comunicações e campanhas segmentadas. Trate o seu cliente “por tu” e envie-lhe:

  • promoções personalizadas: se o seu cliente compra muitas vezes um tipo de produto, porque não criar uma promoção relacionada especialmente com as compras já realizadas?

  • conteúdos segmentados: crie conteúdos especiais para mulheres, para homens, para jovens, para adultos ou para pais…o seu cliente vai sentir que está atento à vida dele e vai recordar o nome da sua empresa em todas as pesquisas e compras!

Publicado em

Que cuidados deve ter quando comprar uma base de dados

4

A aquisição de uma base de dados é um passo importante para aumentar o sucesso da sua empresa. Comprar uma base de dados é sinónimo de adquirir dados importantíssimos para poder contactar, fidelizar e iniciar diversas campanhas de marketing direto e bem segmentadas.

No entanto, uma questão essencial durante o processo de compra de uma base de dados é os cuidados: que cuidados e aspetos deve ter em atenção quando vai realizar a sua compra?

Diferenças de preços: atenção à qualidade

O mercado de venda e compra de base de dados online apresenta por vezes diferenças importantes de preços. Tenha em atenção quando for confrontado com preços demasiado baixos e irrisórios…essas bases de dados podem esconder más surpresas!

Ao comprar a sua base de dados, tenha em atenção de que estas foram recentemente atualizadas e que estão registadas na Comissão Nacional de Proteção de Dados.

Esse registo garante bases de dados fidedignas e de qualidade.

Comprar uma base de dados ideal para o seu negócio

A aquisição de uma má base de dados, mal organizada, pouco atualizada e de fraca qualidade pode não só tornar o seu investimento nulo como pode prejudicar a imagem e reputação do seu negócio.

Tenha em atenção durante o seu processo de compra, de contactar o serviço de venda para qualquer dúvida e compre base de dados que sejam fáceis de utilizar, em formatos universais (como .xls/formato excel) e que tenha todos os dados necessários a uma boa utilização a saber:

  • Nome da Empresa ou do Cliente

  • Morada/localização geográfica

  • Contacto direto (telefone, fax e/ou e-mail)

  • Área de Atividade

As bases de dados que adquirir devem ser de qualidade: só assim poderá rentabilizar o investimento feito e aproveitar ao máximo das potencialidades de negócio que a base de dados lhe oferece!